Viva Um dia de Cada Vez e Seja Feliz

domingo, 23 de junho de 2013

Dia a Dia de uma vida pós câncer

Oi amigas de luta,
Estou eu aqui domingo as 19:33 da noite, digitando lentamente ,para passar a vocês que realmente a vida pós câncer não e nada fácil, acabamos de sair de uma luta contra o cançer, e nos deparamos com outra batalha, na sobrevivência pôs câncer, como e o que será de sua vida depois desse turbilhão, terremoto que teve em sua vida.  Vocês devem estar achando ela e louca de pedra rsrsr, não amigas sou bem lúcida e por isso estou aqui, mas entenderão o meu porque!
Desde que terminei as sessões de quimioterapia em dez2011 e herceptim em setembro de 2012,estou refazendo a minha vida, tentando de alguma forma voltar ao mercado de trabalho, fiz varios trabalhos diferenciados para ter um sustento digno, mas de repente ao meio de 5 cirurgias que ate então não havia acontecido nada, comecei a sentir dores no braço direito e punho e seio da mastectomia, pensei que tinha ficado livre do famoso linfedema, que acomete muitas de nos , depois do esvaziamento de axila e mastectomia total. Inchaço demais, todos os dias, lógico porque não posso fazer movimentos bruscos, pegar peso, passar roupa,passar aspirador, estender roupa no varal, dirigir, enfim coisa que  fazemos no nosso dia a dia de dona de casa. Mediante tantas dores, preciso fazer fisioterapia que ainda não consegui pelo sus, não estou mais recebendo auxilio doença do inss, foi suspenso, pois o medico achou que eu já estou ótima para voltar ao trabalho.mal sabe ele de minha dificuldades motoras, voce olhar e fazer um mero exame e achar e bem diferente de você estar no dia a dia, pois e assim, não tenho salário, precisei entrar no juizado especial federal contra o inss, e mesmo assim perita que fez a minha perícia, simplesmente disse que eu estou ótima para voltar a fazer o que fazia antes, mesmo diante de laudos médicos comprobatorios, que pelo meu ver, foi totalmente ignorado, e ai você se ve sem saber o que fazer, sem recursos para contratar um medico para que o mesmo avalie o laudo da perícia, isso e se poderei fazer isso. E a mesmo tempo você assiste na televisão escândalos de aposentadoria sem necessidade com salário  de 30.000,00  por mês, e você precisando depois de anos trabalhando não consegue se quer mais um período de auxilio doença .e ainda tem que ouvir de pessoas que hoje estão empregadas no serviço publico, dizerem que tem gente que acha que porque teve cançer, ela pode tudo e não precisa mais trabalhar, e duro ouvir isso sabe, fico triste mesmo.Não  quero a aposentadoria porque desejo me encostar, de forma alguma! Trabalhe mesmo durante as quimioterapias, e hoje continuo trabalhando com serviços voluntários, fazendo o que eu posso fazer hoje   que e ensinar, dar palestras, as pessoas mais necessitadas e aqueles adolescentes que estao começando na vida hoje, tendo cursos profissionalizantes. Então fica aqui meu desabafo e indignação com essas pessoas que acham que você. So     quer se encostar, elas não me conhecem , não sabem da minha vida, da minha luta. Não estou me fazendo de vitima de forma alguma. E somente compartilhar com vocês que nada e tão bonito e colorido assim como se dizem por ai.mas continuarei na minha busca pelo que e de direito meu, mesmo com minhas limitações vou continuar na luta que e maior dignidade para quem tevecâncer      no pôs tratamento.
Pois cada pessoa e única e não se pode generalizar todas, respeito e o mínimo que um cidadão tem que ter, num pais com tantas desigualdades, e outras coisas mais, que não deveriam acontecer.
Bjus a todos
Desafiando o Câncer na luta com voce.


Um comentário:

  1. Nossa!!!!!!!! Me vi na sua fala.
    Insista no INSS não desista, tente a reabilitação.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e me diga qual o assunto voce quer saber?