Viva Um dia de Cada Vez e Seja Feliz

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Oncoplastia - Câncer de Mama - Mamoplastia -

Oi queridas,
Voltando aos poucos ao Doc nesse início de ano chuvoso em  sampa.
e em muito breve farei minha terceira cirurgia plástica no seio, faz parte da reconstrução da mama, achei que duas eram suficientes mas não foram, o importante que o meu cirurgião é bastante talentoso ,atencioso e preocupado com o bem estar do seu paciente, parabéns Dr Laelcio pela dedicação.
As vezes fico pensando de novo.....,mas que nada está sendo feito o melhor para mim, e li um texto bastante interessante que fala da questão reconstrução e vou postar para vocês,pois trata-se de algo muito delicado, não é feito de uma vez só,apesar que existe alguns casos horríveis que alguns médicos fazem nas pacientes, de qualquer jeito e pronto e a pessoa que se dane com sua auto estima,e vem com aquela resposta :o importante é que não tem mais nada de doença, pera aí meu amigo.... "as coisas não são assim não" você está lidando com uma pessoa vivaaaaaaaaaaaaaaaa  um ser humano que tem coração que bate, que tem sentimentos ,vaidades e não pode de forma alguma ser tratada dessa forma,o que importa que se curou e pronto, estes médicos deveriam ser presos ou pelo menos ter algumas aulinhas de que é ter um câncer e suas consequências no âmbito psicossocial, ter ideia que o seio faz parte da intimidade da mulher e tem que ser muito bem tratado, fica a dica para Conselho Regional de Medicina e Plástica, uma forma de punir esses médicos mal informados ou mal formados.Bom já desabafei amigas  tenho certeza que muitas gostariam de dizer rsrsrsr"coisas de selma".vamos ao assunto que interessa também.
Cirurgia oncoplástica, que é a utilização de técnicas de cirurgia estética da mama em situações onde a paciente tem câncer e necessita de reconstrução. 
mulher precisa estar consciente do que é que normal em suasmamas, para isso é preciso ser tocar.

cirurgia oncoplástica ou oncoplastia representa a associação de técnicas de cirurgia plástica empregadas para o tratamento do câncer de mama . Foi descrita por Werner Audretsch na década de 90 e disseminou-se por todo o mundo. Inicialmente para as correções imediatas do tratamento oncológico, ou seja em pacientes submetidas a procedimentos mutilatórios, hoje abrange também os procedimentos de reconstrução da mama  de maneira geral. Pode ser realizada por cirurgiões especialistas em mastologia , cancerologia  e cirurgia plástica .

São exemplos básicos de cirugia oncoplásticas as técnicas:
  • Pedículo inferior: para tumores localizados nos quadrantes superiores;
  • Pedículo superior: para tumores localizados nos quadrantes inferiores;
  • Periareolar: visa tumores em quaisquer quadrantes que possam ser abordados pela incisão periareolar.
  • TRAM: transposição miocutânea do reto-abdominal;
  • Rotação do músculo grande dorsal;
  • Implantes mamários : diversas próteses  de silicone  mamárias de tamanhos, formas e volumes diversos podem ser encontrados no mercado e ocirurgião permitirá a melhor escolha para cada caso.
A utilização das técnicas oncoplásticas será realizada isoladamente ou em equipes multidisciplinares dependo da realidade de cada serviço. O tratamento do câncer de mama  é concluído com a recuperação da auto-estima da paciente muitas vezes obtido após a oncoplástica, sendo seu papel fundamental. Os profissionais necessitam de treinamento específico para realizarem um adequado suporte ao seus pacientes. Atualmente centros de treinamento em cirurgia oncoplástica permitem uma adequada grade curricular que favoreça a formação dos especialistas. A cirurgia oncoplástica é uma realidade e deve ser encarada como uma arma adicional no arsenal do tratamentocontra o câncer de mama .
A herança genética não é o que mais importa para determinar o risco de ter câncer de mama. Os maus hábitos — esses, sim são os grandes responsáveis pela maioria dos tumores mamários. Se fosse necessário apontar um culpado pelos tumores de mama, certamente a dupla de hormônios femininos estrogênio e progesterona estaria no banco dos réus. "Essas substâncias agem nos receptores das célulasmamárias, induzindo sua proliferação". Obviamente, quanto maior o estímulo, maior a oportunidade para que essas unidades comecem a se multiplicar indiscriminadamente. Esse raciocínio explica por que as mudanças no planejamento familiar ao longo dos anos colaboraram com o aumento paulatino na incidência do tumor. "Devido à conquista do mercado de trabalho, a mulher de hoje decidiu diminuir a prole e deixou para engravidar em idade mais avançada", reflete Nazário. Isso faz com que ela tenha mais ciclos menstruais durante a vida, ampliando a exposição hormonal. Pelo mesmo motivo, a menarca precoce e amenopausa tardia, após os 50 anos, entram no rol dos fatores de risco. 

A orientação para todas as mulheres é a mesma, e se resume a duas palavras: prevenção e atenção. Assim, mesmo se todo o seu esforço em viver de maneira saudável falhar, o diagnóstico prematuro do câncer garantirá um tratamento sem grandes traumas e consequências. Em nome da qualidade de vida e da autoestima, essa é uma precaução que não pode faltar. 

Fonte: Dra. Rosângela Ribeiro

DOC COM VOCÊ NESSA LUTA....

3 comentários:

  1. Olá Selma, Muito prazer! sou sua fã. Veio na hora certa este post. Agradeço.
    Beijos da Sol

    ResponderExcluir
  2. Olá Selma,
    Interessante seu post e coincide com um artigo que publiquei no meu blog sobre IMAGEM CORPORAL. O texto é de minha fisioterapeuta. Passe lá e dê uma olhadela1 Bjs.Marina
    Ah, eu fiz reconstrução pela técnica TRAM.

    ResponderExcluir
  3. Complicado isso mesmo, ja tive cancer de mama e me curei, gracas a deus. Durante e depois do meu cancer utilizei muito o site http://cancerde.com.br para tirar duvidas sobre o meu tratamento, ainda nos dias d hj na qual me curei ainda tento entrar todos os dias para poder ajudar os outros dando respostas e tirando duvidas.
    boa sorte as todas!
    bjos
    fla

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e me diga qual o assunto voce quer saber?