Viva Um dia de Cada Vez e Seja Feliz

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

BALANÇO DO ANO DE 2010-Desabafo




Oi amigas!,


Hoje amanheci nostálgica, reflexiva total.
Pensei, o que foi esse ano de 2010 para mim?comecei  o ano a mil por hora trabalhando feito uma workholic, sem sábados e domingos, cabeça a 5000 mil por hora, pensando em metas, vendas,premiações,formas de estimular a equipe de vendas, vestindo literalmente a camisa da empresa, e tínhamos pela frente um desafio lotar um transatlântico, trabalhei em praticamente em todas as frentes, desde  porta a porta com as vendedoras, quanto apresentações em faculdades e escolas técnicas, portanto não tinha quase mais vida própria, minha família ficou meio de lado, e nessa época já vinha tendo algumas dores no braço que achava que era de jogar tênis que quando dava tempo no final de semana eu jogava para diminuir o stress,mas já era um sinal do meu corpo que não dei atenção.


.Enfim o cruzeiro lotou foi um sucesso, trabalhei como nunca e alguns dias com muitas dores,mas como sempre fui muito comprometida e responsável pelo que assumo não podia deixar a desejar nesse momento que era tão importante para a "empresa" e tomei alguns analgésicos para driblar a dor e pronto.
Passado todo esse turbilhão de eventos e trabalho,  foi quando eu realmente estava esgotada, no limite do limite e fui em busca de um médico para realizar exames periódicos.


Aí o universo conspirou a meu favor na marra, veio a descoberta desse câncer, dizendo em outras palavras "Selma! ou você para ou eu paro com você?", não tive alternativa, foi feito um bloqueio em tudo na minha vida, onde eu deveria rigorosamente olhar para mim com mais carinho, aprender a respeitar os sinais que o corpo dá, dar atenção a essa máquina que estava falhando algum tempo e eu nem aí para ela.


Morri por alguns dias, passou um filme na minha mente e eu tinha que entender que era verdade o que estava acontecendo.
Fui morrendo e renascendo na mesma proporção, a medida que a pele,corpo,cabelo mudava eu sentia como se fosse um bebe rescém nascido, tudo é muito estranho e novo, chorava, sorria, dormia, dormia, vomitava,vinha a tristeza de não entender nada, era um bebê rescem nascido grande, que precisava de todos os cuidados dos mundo, produtos para bebê literalmente, até talquinho ,shampoo, loção sem álcool, que gracinha rsrsr depois de 46 anos voltar a ser bebê novamente, tudo isso é uma loucura, e o pior é você estar fisicamente como um bebê e emocionalmente como um adulto, e como assimilar tudo isso?


Mas não tinha outra alternativa, ser forte o bastante para enfrentar um bombardeio de remédios mudando tudo dentro e fora de mim.
Mas como diz uma amiga de luta a Wilma,"Deus não escolhe os capacitados e capacita os escolhidos", e é a mais pura verdade.


Foram 8 meses de bombardeio total de todas as formas, fisíca, mental, espiritual, haja livros, haja terapia, haja bom humor, haja tpm, haja sintomas de menopausa, haja saco pra tudo isso, e por muitas vezes abusei da minha pouca força que tenho e logo em seguida vem as reações, fadiga, cansaço mental esgotado, fisíco, e tudo isso só tem uma resposta, "Selma você não é a mais a mesma", aquela Selma, forte , resistente,bom humor,pronta para qualquer situação que vier pela frente , nessa fase não existe mais, agora  tenho meus limites, e sou obrigada e respeitá-los.


Se um dia eu faço tudo que vier pela frente, pode ter certeza que amanhã estou de cama ,oh shit!acredito que isso está sendo agora e depois do término do tratamento também, é essa a mensagem que o universo está trazendo para mim,"Selma, você  não é uma máquina"você é uma ser humano que precisa viver melhor, aproveitar melhor a vida que está sendo concedida a você, relaxar é a palavra de ordem, estressar está fora do seu dicionário, perfeição não existe, e se existiu um dia virou cinzas, a ordem agora é aceitar as coisas como elas são, expectativas demais faz mal, nunca espera demais porque o que vier é lucro, ansiedade mata e não acalma,agora é  praticar nadismo,mente vazia, mente com coisas boas que lhe dão prazer, coisas chatas tô fora.


É um momento muito delicado de minha vida, compreensão , paciência, tolerância é a palavra mestre para mim e para todos que me rodeiam.
Cheguei a conclusão que tudo que é feito demais não é bom, nada em excesso faz bem em todos os graus e generos de nossa vida, tudo mesmo, minha próxima faculdade é dosar tudo isso, porque já aprendi que tudo em excesso é ruim, e confesso que sofri com isso, mas tenho certeza que vou vencer mais essa nova etapa.
E depois conto para vocês como será esse novo ano de 2011, iniciando com a "Cirurgiaaaaaaaaaaa".
Vou tirar uns 10 dias de nadismo total, vou tentar praticar o nadismo e não postar nada, vamos ver se consigo, mas assim que voltar eu contarei as novidades, vamos ver se consigo manter a serenidade e ansiedade de teclar com voces, já estou com saudades de voces snif snif snif..
Para todos amigas de luta  e também para os quem me visitarem pela primeira vez.

6 comentários:

  1. O que eu posso dizer.
    Que você se permita, que você aceite esse tempo.
    E aproveite, tudo o que vier, da forma que vier.
    No dia de hoje aproveite a chuva, para lavar inclusive a alma de um ano tão intenso, mas que esta no fim.
    Muita Luz em seu caminho.
    Beijos
    Wilma
    www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Selma, nada é por acaso... Já pensates que o facto de aparecer o "bicho" foi uma fora de te obrigar a parar??? !E a estar com a família?!

    Pensa nisso.
    Desejo que te divirtas muitos nesta época Natalicia e que entres em 2011 com o PÉ DIREITO!! Que Sejas mais feliz que nunca :-)

    Biejo Grande!

    ResponderExcluir
  3. Selma
    Me sinto como você, se exagero um pouquinho no outro não sou ninguém, a Cristina de antes não existe mais. Mas que bom que conseguimos vencer tudo isso não é? Desejo tudo de bom para você e um natal cheio de paz! Que sua cirurgia seja um sucesso! Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Nossa você conseguiu mexer no meu eu.
    Amiga, eu não pude estar ao seu lado nesses momentos dificeis, mas Graças a Deus você conseguiu superar essa fase de sua vida e com uma VITÓRIA esplendida.
    Seu Balanço do ano de 2010, serviu de lição para muitos, pois estamos acostumados a deixar-nos de lado e cuidarmos daquilo que não é tão importante quanto a nossa VIDA.
    Dinheiro, bens materias, status, realização pessoal.... tudo isso é muito bom, mas sem saúde não vale nada.
    Temos que conhecer nossos limites e aprender a ver que nosso corpo tem vida e ele depende de nós para sobreviver, precisamos cuidar dele com carinho e muita atenção.
    Que Deus te dê muita saúde a você e toda sua familia. Feliz Natal e um ótimo início de ano....

    Eu te amo em Cristo, você é e sempre será uma mulher MARAVILHOSA
    Claudia Orpheu

    ResponderExcluir
  5. ossa, e verdade......como demoramos pra perceber os sintomas do corpo, como nos cegamos pra tudo que intererssa ser cego ne???

    acho vc uma super mulher, gostaria muito de poder estar mais perto de verdade, e embora longe, sempre esta nas minhas orações!!!

    toda a sorte do mundo, muita luz, tenho certeza que sua cirurgia sera um sucesso..vou aguardar seu retorno e orar muuuito ta??

    super beijo.....


    Alecin

    ResponderExcluir
  6. Oi Selma
    Li seu blog e também estou passando por isso.
    Só tenho a dizer que é preciso ter muita paciência para passar por tudo e confiar em Deus. Ele nos abençoa e nos dá força.
    bjs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e me diga qual o assunto voce quer saber?